Ceape firma parceria com o grupo peruano

Publicado: agosto 11, 2010 em Sem categoria

O primeiro banco especializado em microfinanças no Brasil foi criado na última terça-feira (10) em Lima pelo grupo financeiro peruano ACP / Acción Comunitaria del Peru e o Centro de Apoio ao Pequeno Empreendedor (Ceape) do Maranhão com um capital inicial de US$ 18 milhões, cerca de R$ 31,5 milhões. O evento aconteceu na sede da embaixada brasileira em Lima, capital peruana.

Segundo o presidente do grupo ACP, Luis Felipe Derteano, se trata de criar um veículo novo de microfinanças no Brasil com a experiência do Ceape Maranhão, que tem 23 mil clientes, e o reforço patrimonial da entidade peruana, que tem 500 mil clientes no Peru.

O foco será fazer empréstimos de baixo valor principalmente a mulheres pobres – como o programa implantado em Bangladesh pelo ganhador do prêmio Nobel da Paz de 2006, o economista Muhammad Yunus.   

Os executivos presentes disseram que trabalharão nesta semana em Lima para afinar os detalhes sobre os produtos financeiros desta entidade, que ainda não tem nome, assim como suas taxas e uma eventual data do início de suas operações, entre outros assuntos.

Inicialmente, o ACP terá 65% das ações do novo banco, que está em processo de constituição, enquanto o Ceape terá 35%.

“Em dez anos, seremos uma entidade forte no Brasil”, afirmou Derteano, após apontar que a projeção é ter um crescimento de 40%, da atual carteira do Ceape no primeiro ano de operações.

A presidente do Ceape Maranhão, Regina Célia Monteiro Krogh, explicou que a aliança com o grupo peruano começou a ser montada há três anos.

 Regina Krogh foi enfática ao defender o Microcrédito:

“A miséria é a maior inimiga a ser combatida no mundo globalizado. Por causa dela, o homem perde a sua dignidade, distorce a sua fé e entrega-se às causas desprezíveis como a as guerras e a criminalidade. Promover o trabalho é muito mais que erradicar a pobreza entre os povos, é construir uma base firme e concreta para a paz”, defende Regina Krogh.

A Presidente do CEAPE-MA afirmou ainda, que a parceria entre a entidade e o Grupo ACP não poderia acontecer em um momento mais oportuno:

“O Brasil vive uma fase de crescimento econômico, e o Maranhão foi um dos Estados do país que mais cresceram nos últimos anos. Contudo, é preciso crescer sem excluir.

Um dos grandes problemas do Brasil, e de toda a América Latina e do mundo em geral, é a concentração de riqueza nas mãos de poucos e a exclusão de muitos. E a saída para esse cenário, é sem dúvida, o fortalecimento do Microcrédito”, ressaltou ela durante discurso proferido em Lima, Perú.

O Ceape, que tem uma carteira de US$ 17 milhões em empréstimos a mulheres pobres, elaborou um plano de negócios para os próximos cinco anos nos quais diversificarão seus produtos financeiros e estenderão suas operações para todo o Brasil.

O embaixador do Brasil em Lima, Jorge Taunay, disse que a aliança formada hoje é um dos objetivos da integração.

“Que as relações comerciais e o investimento entre os países da América do Sul sejam avenidas de mão dupla”, declarou.

Segundo o diplomata, a entrada da ACP no mercado financeiro do Brasil confirma que “começa a haver uma dinâmica positiva” nas relações comerciais bilaterais.

O lançamento oficial desse primeiro Banco de Microcrédito a operar no Brasil será realizado em São Luís, em solenidade confirmada para o próximo dia 02 de setembro, em evento que vai reunir diretores do Grupo APC, representantes do CEAPE-MA e diplomatas dos dois países envolvidos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s