Emap faz acordo internacional com dois portos de Portugal

Publicado: dezembro 9, 2010 em Geral
Tags:, , , , ,

Publicado em O Estado

A Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap) consolidou acordo internacional com os Portos de Sine e de Aveiro, situados em Portugal. O intercâmbio terá como um dos principais objetivos, que haja permuta de informações referentes às movimentações operacionais de navios de carga em cada porto, projetos de desenvolvimento de infra-estrutura portuária e pesquisas de marketing. No futuro, funcionários Porto do Itaqui poderão estagiar em dos portos portugueses, assim como técnicos estrangeiros poderão ministrar treinamentos em São Luís. Os acordos foram firmados nos dias 26 e 30 de novembro.

Após a visita ao porto de Aveiro o presidente da Emap, Hermes Luis Farias Ferreira, seguiu para a cidade de Luanda, em Angola, onde participou do Encontro dos Portos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). O encontro teve como objetivo, fomentar fórum de debates e informações sobre o desenvolvimento do transporte marítimo entre os portos de língua portuguesa e demais regiões abrangidas.

O termo assinado com o Porto de Aveiro, terminal com dimensões e características semelhantes ao Itaqui, foi intitulado de Acordo Internacional de Portos Marítimos Irmãos. Já o intercâmbio oficializado com o Porto de Sines, cuja movimentação é de granéis líquidos e derivados de petróleo, foi identificado como Protocol

Hermes Ferreira, presidente da Emap, fala sobre convênios

o de Cooperação entre a Emap e a administração do Porto de Sines.

De acordo com o presidente da Emap, Hermes Ferreira, as trocas de experiências entre o Itaqui e os portos portugueses, que passam a ser possível graças a consolidação dos intercâmbios, vão refletir positivamente para o Maranhão. Ele afirmou que já estava no momento da administração da Emap conhecer de perto como funciona um porto efetivamente organizado, com novos modelos de gestão e conceitos modernos de operação. “Escolhemos esses dois portos para concretizar os intercâmbios, porque o desenvolvimento tecnológico de ambos é notório. Um dos portos é de águas profundas com o perfil muito parecido com aquilo que pode ser o Itaqui, enquanto o outro é um porto menor, do tamanho do Itaqui, mas que possui a mesma organização do primeiro”, disse.

Ele justificou a realização dos convênios, com a possibilidade de avanço tecnológico, administrativo, operacional e econômico no Itaqui. “Os programas de intercâmbios devem ser primeiramente feitos, onde existam barreiras técnicas, pois essas devem ser vencidas. Mas não temos a barreira da língua nesse caso. Então me pareceu natural que procurássemos portos da Língua Portuguesa para iniciarmos essa atividade”, completou.

Oportunidades – De forma detalhada, revelou, os convênios firmados com os portos portugueses vão permitir avanços além da troca de informações. “Também teremos a oportunidades de mandar estagiários para Portugal, poderemos receber técnicos portugueses no Itaqui que ajudem na implantação do sistema, teremos acesso a um programa tão bem elaborado como o JUP (Janela Única Portuária), dentre outros avanços”, comentou.

A automatização dos portos portugueses, algo que a administração da Emap almeja implantar no Itaqui, elimina o açulo de papéis. “Pela janela informatizada, cuja base é a web, todos têm acesso as informações. Só há um documento em papel nesses dois portos de Portugal, que é a Carta de Autorização para o comandante realizar a navegação. Hoje, para cada assunto que eu autorizo aqui no Itaqui, são emitidas dezenas de páginas de documentos, que mais se assemelham a processos jurídicos. As repetições de geração de documento dentro do porto são brutais. Então esse é um legado que se bem utilizado, certamente dará muito certo”, enfatizou.

O acordo firmado com o Porto de Aveiro, também tem por objetivo, aumentar o tráfego de navios de passageiros e de carga em ambos os portos. Os portos se comprometem também a desenvolver as diligências necessárias e adequadas à formação de grupos de trabalho para intercâmbio de conhecimentos e visitas de natureza técnica entre os dois terminais.

Já protocolo de intenções assinado junto ao Porto de Sines, também prevê o intercâmbio de políticas e ações comerciais e de cooperação.

Mais

O presidente da Emap, Hermes Ferreira, destacou a importância de ter conseguido firmar acordo com portos administrados por dois ícones em gestão portuária mundial: Lídia Sequeira, presidente do Porto de Sines e José Luis de Azevedo Cacho, presidente do Porto de Aveiro.

 Foto: Biné Mrais / O Estado

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s