GRAVE: Inseticida usado no combate à dengue em São Luís está fora da validade

Publicado: janeiro 15, 2011 em Geral
Tags:, , , ,

Ronaldo Rocha – Publicada hoje em O Estado

Agente de controle de endemias mostra produto com validade vencida

 O inseticida usado por agentes de controle de endemias na prevenção e combate à dengue em São Luís foi entregue pela Prefeitura com a validade vencida. O produto que tem como ingrediente ativo a Alfacipermetrina, havia sido foi destinado aos agentes no mês de dezembro do ano passado, mas com a validade expirada em setembro de 2010. O pesticida, recomendado para o extermínio de insetos, não tem apresentado eficácia em seus resultados por causa do problema, afirmaram os agentes.

A denúncia foi feita ontem pela categoria, durante reunião com representantes do setor jurídico do Sindicato dos Trabalhadores do Controle de Endemias do Estado do Maranhão (Sintracema), que tratou da possibilidade de decretação de greve em todo o estado a partir do próximo dia 22, quando será realizada uma assembléia geral na capital para a elaboração da pauta de reivindicações. Mais de 100 agentes participaram do encontro e apoiaram a realização do movimento grevista.

O advogado Marcos Vinicius Azevedo de Andrade, que defende os interesses da categoria, disse que a falta de condições adequadas de trabalho oferecidas aos agentes, aliada a inexistência de equipamentos de segurança e à ineficácia do inseticida disponibilizado pelo Poder Público, aumentam o risco de epidemia de dengue e de malária na capital. “A população precisa saber que os agentes não são os verdadeiros culpados pelo elevado número de dengue em São Luís. O problema está nas condições precárias em que eles atuam e na falta de estrutura adequada”, contou.

Um agente que preferiu não se identificar, afirmou que o inseticida, colocado em máquinas de uso manual para a borrifação intra-domiciliar de inseticida, foi disponibilizados à categoria já com a validade vencida. “Verificamos que o veneno não estava surtindo efeito, pois o mosquito continuava a sobreviver nos locais onde a gente colocava o veneno. O pó que nós depositamos em reservatórios de água, também estava fora de validade e não matava as larvas”, completou.

O inseticida Alfacipermetrina Fersol 200 SC é entregue aos agentes de controle de endemias em um frasco plástico dosador contendo 1 litro do produto. Em sua formulação consta a suspensão concentrada sem solventes aromáticos. Apresenta grande efeito de choque sobre a praga alvo e prolongado efeito residual sobre a superfície aplicada, devido sua formulação. 

Advogado Marcos Vinicius mostra mascara inadequada para atividade dos agentes

Segundo Marcos Vinicius, por causa da falta de itens essenciais de segurança, o agente tem contato direto com o inseticida, o que tem provocado cegueira, problemas nos pulmões e na pele dos agentes de endemias. “Temos documentos, receituários médicos que comprovam isso. Há pelo menos 15 agentes com problemas de cegueira”, garantiu.

Nota – A assessoria de comunicação da Prefeitura de São Luís, afirmou que o processo de compra de materiais para o Programa Municipal de Combate a Dengue já foi licitado. Em nota, afirma que o inseticida utilizado é distribuído pelo Governo do Estado, afirmando que o material em circulação no momento tem validade até setembro de 2011. A Secretaria de Saúde do Estado (SES), no entanto, contestou a informação da Prefeitura, afirmando que o inseticida – enviado pelo Ministério da Saúde – é distribuído ao município de São Luís dentro do prazo de validade. Afirmou ainda que pode ter havido demora na entrega do produto aos agentes, expirando assim a data limite para o uso.

  Greve pode ser decretada em assembléia geral 

Liderados pelo Sintracema, os agentes de controle de endemias agendaram para o dia 22 uma assembléia geral da categoria onde será discutida a possibilidade de greve em todo o estado, apesar da iminência de uma epidemia de dengue no estado, como alertou o Ministério da Saúde. O Ministério Público e o Ministério do Trabalho serão notificados a respeito do evento.

Inseticida em pó também está fora do prazo de validade

O objetivo dos agentes é dar início a greve 72 horas depois da realização da assembléia geral, com manifestações públicas na capital. A categoria exige melhorias nas condições de trabalho; fornecimento de equipamento de proteção individual; maior divulgação e condições de trabalho para combate da malária em São Luís; melhoria salarial; ajustamento de data de pagamento mensal; repasse do valor de vale transporte, valorização, gratificações por graduação, entre outras reivindicações. “Todas essas questões serão trabalhadas na assembléia. Depois, daremos início à greve”, garantiu o advogado.

A categoria pedirá explicações ao município de São Luís sobre o repasse de verbas federais que deveriam ter sido direcionadas aos agentes de endemias. “Os agentes têm direito a 12% do repasse do SUS (Sistema Único de Saúde), mas não recebem”, disse. “Não há fardamento nem bolsas para trabalho. Os últimos recebidos pela categoria foram entregues pela governadora Roseana Sarney”, completou o advogado.

 Dengue – O Ministério da Saúde informou que o Maranhão é um dos estados com risco muito alto de uma epidemia de dengue. Em 2010, ocorreram 6.386 casos no Maranhão, ou seja, houve um acréscimo de 2.446 contaminações em comparação a 2009, quando foram registrados 3.840 casos. O número de mortes por causa da doença subiu de três, em 2009, para quatro óbitos, no ano passado. Já os casos graves, que em 2009 foram contabilizados em 50, subiram para 185, em 2010.

Em São Luís, os números são ainda mais alarmantes. No ano passado, 2.783 casos foram registrados contra 344 em 2009. O acréscimo foi de 2.439 contaminações. Os casos graves passaram de 10 para 98 e as mortes provocadas pela dengue subiram de um para três óbitos, comparando-se os dois anos. A capital maranhense foi responsável pelo aumento de 97% dos casos de dengue no Maranhão.

Fotos: Biman Prado / O Estado do Maranhão

 Mais

O inseticida Alfacipermetrina age por contato e ingestão, atuando nos canais de sódio da membrana de axônios, diminuindo e retardando a condutância de sódio para o interior da célula e suprimindo o fluxo de potássio. O pesticida é indicado contra baratas, moscas e mosquitos e é destinado à aplicação em residências, escolas, indústrias, edifícios comerciais, instalações rurais, entre outras.

Anúncios
comentários
  1. ivar disse:

    – aqui em Campo Grande MS estamos com o mesmo problema: insetecida vencido, péssimas condiçoes de trabalho e os recusos para pagar os agentes não chegam na totalidade no seu bolso. sao usados para outros fins e o pior greve foi deflagrada desde o dia 04/01 e o prefeito diz que tem uma premissa nao negociar com grevistas.obriga estou a disposiçao para trocar informaçoes inclusive com alguem da categoria, se souber

  2. igor silva disse:

    É uma vergonha uma cidade do tamanho de são luiz, ter de passar por tudo isso!

    Me pergunto onde estara o prefeito, que não se pronuncia pelos tais problemas gerados em sua adiministração?

    Será que João Castelo fugiu? Ou esta em seu gabinete resolvendo isso? O que desconfio muito, pois nem sequer deu seu parecer quanto ao grave problema da avenida beira mar que hoje se encontra totalmente abendonada, e com descaso maior de ter alem de buracos má sinalização, falta de conservação, falta de iluminação pois deve mais de 9 milhões a cemar a mais de dois anos, e nem se quer fala em pagar, e ainda os acidentes que tem sido constantes.

    Isso é uma vergonha senhor João Castelo!

    tome vergonha e assuma sua responsabilidade, antes que alguem tire o senhor dai!

  3. Romeron Nogueira disse:

    Que vergonha!!
    sou um agente de endemias de Catolé do Rocha-PB. trabalhamos sem fardas, sem lanterna, sem capturador de larvas!!!. não recebemos insalubridade, resumindo uma VERGONHA…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s