Reforma do Italuís deve sair neste ano

Publicado: fevereiro 24, 2011 em Geral
Tags:, , , , ,

O projeto executivo referente à obra que prevê a substituição de parte da tubulação da adutora do Sistema Italuis no trecho que compreende o Campo de Perizes, deve ser concluído no mês de maio. A partir daí, será dado início ao processo de licitação para a realização dos serviços, que estão orçados em R$ 123 milhões. A garantia é do presidente da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), João Moreira Lima.

De acordo com Moreira Lima, após a aprovação do projeto básico, foi iniciada a contratação de uma empresa para a realização do projeto executivo, com investimentos de R$ 1.100 milhão. “A empresa que está elaborando o projeto executivo é a ‘Esse’ de Minas Gerais. Depois de pronto, o encaminharemos para a Caixa Econômica Federal para que haja a aprovação. Em seguida será feita a licitação para a obra”, disse. Os recursos já garantidos são oriundos do Ministério das Cidades e do Governo do Estado.

De acordo com dados técnicos da companhia, divulgados no ano passado, uma obra desta magnitude, que envolve a troca de parte da tubulação de um sistema considerado de grande porte, e que por sua vez, abastece mais da metade da população de São Luís, dura em média de 10 a 12 meses para ser concluída. Na oportunidade (2010), a Caema também havia informado que a população não será prejudicada no andamento da obra, por haver uma manobra estratégica dos técnicos responsáveis.

De forma prática, a nova adutora será assentada paralelamente a outra, em uma distância que pode chegar a 300 metros. Somente depois desta tática, haverá a interligação nos dois pontos extremos do trecho para o abastecimento volte á normalidade. A paralisação deve ocorrer somente por um período de 24 horas. A previsão é de que no primeiro semestre de 2012 a obra seja concluída. Nessa etapa, segundo Moreira Lima, serão percebidos diversos avanços para a capital. “Primeiro vamos trabalhar com maior garantia operacional, maior segurança, pois não irão ocorrer esses rompimentos freqüentes no Campo de Perizes. Hoje a gente leva cerca de 48 horas para religar o sistema quando há um problema. Após a obra, esse tempo será reduzido para apenas 6 horas. Ou seja, teremos ganho de produção de água”, completou.

O presidente da companhia também falou que com a substituição da tubulação do Sistema Italuis, haverá um acréscimo de vazão de água da ordem de 0,4 m³. “Ou seja, serão mais 400 litros/seg no abastecimento”, afirmou

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s