Porque admirar Amy Winehouse?

Publicado: julho 24, 2011 em Geral
Tags:, ,

Amy durante show / foto: Divulgalção

Amy não foi a primeira que influenciou milhares com uma postura rebelde, de relações abaladas com a família, algumas poucas músicas de sucesso e o uso excessivo de álcool e drogas. Jovem, de uma voz marcante, ela fez um curto sucesso e se perdeu em uma caminhada que deveria ser de brilho e não de polêmicas, queda repentina e morte precoce.

Não me surpreende o grande apelo popular que há por suas canções, que venhamos e convenhamos, estavam inimaginavelmente longe de uma produção fenomenal, como muitos críticos insistiram em alimentar durante seus poucos 7 anos de carreira. Letras que faziam apologia as drogas, que mostraram a quebra do laço familiar, que falavam sobre a recusa em ir a uma clinica de reabilitação, como a mais famosa. Nada brilhante.

Amy influenciava e virava páginas de revistas, jornais e reportagens em TV, por simplesmente ser aquela menina mimada que se revolta contra o seu próprio lar, usa drogas e conta sua história triste, lamentável, por meio de canções, talvez chamativas aos jovens por conta de sua postura rebelde.

Seremos coerentes, a voz dela sim, foi um marco único. O que cantava, porém, totalmente descartável, improdutivo, uma espécie de câncer para a sociedade.

Como inúmeros artistas tidos como fenômenos, ela foi cedo, aos 27 anos. Para citar alguns: Jim Morrison, ex-vocalista da banda de rock The Doors, que foi encontrado morto na banheira de um apartamento em Paris. Especula-se que a causa da morte tenha sido por overdose de heroína

Janis Joplin também morreu aos 27, em um quarto de hotel, após ter tomado vários drinques misturados à heroína. Também overdose. Jimi Hendrix, grande guitarrista da década de 60, morreu em Londres depois de inserir cápsulas com anfetaminas e sedativos. Foi traído pelo próprio vômito enquanto dormia, trágico.

Kurt Cobain, outra lenda do rock, da idolatrada banda Nirvana, foi encontrado moribundo em sua casa com um tiro na cabeça. Ele teria se suicidado após o uso de heroína. Brian Jones, do The Rolling Stones e Robert Johson também morreram cedo, deixando comovidos milhares de fãs.

Amy em varios momentos - Foto: Divulgação

Todos são lembrados mais pela vida desestruturada que levavam, do que pela música, talvez nem todos se eu não tiver sendo exagerado. Mas a morte de todos está relacionada ao uso descontrolado de drogas e álcool, algo que continua a influenciar pessoas em todo o mundo. Lamentável. Amy deixará saudade mais para aqueles que admiram artistas do tipo “tô nem aí” e que vêem em sua postura algo “bonitinho”, do que para aqueles que apreciam uma boa música, com inspiração, letra e harmonia dignas de aplausos.

Abaixo, a música Rehab (Reabilitação), de maior sucesso da cantora. Porque admirar?

Rehab

They tried to make me go to rehab

But I said ‘no, no, no’

Yes, I’ve been black, but when I come back

You’ll know-know-know

I ain’t got the time

And if my daddy thinks I’m fine

He’s tried to make me go to rehab

But I won’t go-go-go

 

 

I’d rather be at home with Ray

I ain’t got seventy days

‘Cause there’s nothing

There’s nothing you can teach me

That I can’t learn from Mr. Hathaway

 

 

I didn’t get a lot in class

But I know it don’t come in a shot glass

 

 

They tried to make me go to rehab

But I said ‘no, no, no’

Yes, I’ve been black, but when I come back

You’ll know-know-know

I ain’t got the time

And if my daddy thinks I’m fine

He’s tried to make me go to rehab

But I won’t go-go-go

 

 

The man said “why do you think you’re here?”

I said “I got no idea.

I’m gonna, I’m gonna lose my baby,

So I always keep a bottle near.”

He said “I just think you’re depressed,

Kiss me here, baby, and go rest.”

 They tried to make me go to rehab

But I said ‘no, no, no’

Yes, I’ve been black, but when I come back

You’ll know-know-know

 

I don’t ever want to drink again

I just, ooh, I just need a friend

I’m not going to spend ten weeks

And have everyone think I’m on the mend

 

 

It’s not just my pride

It’s just ‘til these tears have dried

 

They tried to make me go to rehab

But I said ‘no, no, no’

Yes, I’ve been black, but when I come back

You’ll know-know-know

I ain’t got the time

And if my daddy thinks I’m fine

He’s tried to make me go to rehab

But I won’t go-go-go

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Reabilitação

Tentaram me mandar pra reabilitação

Eu disse “não, não, não”

É, eu estive meio caída, mas quando eu voltar

Vocês vão saber, saber, saber

Eu não tenho tempo

E mesmo meu pai pensando que eu estou bem;

Ele tentou me mandar pra reabilitação

Mas eu não vou, vou, vou

 

Prefiro ficar em casa com Ray (Charles)

Não posso ficar 70 dias internada

Por que não há nada

Não há nada que possam me ensinar lá

Que eu não possa aprender com o Sr. (Donny) Hathaway

 

Não aprendi muito na escola

Mas sei as respostas não estão no fundo de um copo

 

Tentaram me mandar pra reabilitação

Eu disse “não, não, não”

É, eu estive meio caída, mas quando eu voltar

Vocês vão saber, saber, saber

Eu não tenho tempo

E mesmo meu pai pensando que eu estou bem;

Ele tentou me mandar pra reabilitação

Mas eu não vou, vou, vou

 

O cara disse: “Por que você acha que está aqui?”

Eu disse “não faço idéia

Eu vou, vou perder meu amor

Então eu sempre mantenho uma garrafa por perto”

Ele disse “acho que você só está deprimida,

Me dê um beijo aqui, amor, e vá descansar”

 

Tentaram me mandar pra reabilitação

Eu disse “não, não, não”

É, eu estive meio caída, mas quando eu voltar

Vocês vão saber, saber, saber

 

Eu não quero beber nunca mais

Eu só oh, só preciso de um amigo

Não vou desperdiçar dez semanas

Pra todo mundo pensar que estou me recuperando

 

Não é só meu orgulho

É só até essas lágrimas secarem

 

Tentaram me mandar pra reabilitação

Eu disse “não, não, não”

É, eu estive meio caída, mas quando eu voltar

Vocês vão saber, saber, saber

Eu não tenho tempo

E mesmo meu pai pensando que eu estou bem;

Ele tentou me mandar pra reabilitação

Mas eu não vou, vou, vou

 

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s